Papéis [Materiais Para Desenho]

    Para o bom desempenho do trabalho é fundamental um papel adequado. Existem vários tamanhos, gramaturas, marcas e tipos de papéis sendo que cada um é indicado para certos materiais ou técnicas.


Tamanho
    A primeira coisa para saber sobre os papéis é o tamanho. Para efeito de desenho e artes em geral é suficiente conhecer o tamanho dos papeis que são: A4, A3, A2, A1 e A0. Os seus respectivos tamanhos são:


A4 – Tamanho: 21,0 x 29,7 cm.
A3 – Tamanho: 29,7 x 42,0 cm.
A2 – Tamanho: 42,0 x 59,4 cm.
A1 – Tamanho: 59,4 x 84,0 cm. 
A0 – Tamanho: 84,0 x 118,8 cm.


Obs. A maioria dos tipos de papéis só são vendidos somente no tamanho A0. É preciso, na hora da compra, pedir para cortar no tamanho desejado.


Marcas e Tipos de Papel
    Os tipos de papeis são essenciais para o resultado do desenho assim como a marca que o fabrica. Existem tipos de papeis que são fabricados por diversas empresas, mas existem alguns que só uma empresa o fabrica. Por exemplo: Só a marca Schoeller comercializa os tipos de papéis Hammer 1G/1R, Hammer 3G/3R etc. As principais características que definem o um papel são o tipo de fibra, a textura, a gramatura, o pH e a goma ou  colagem. 

Tipo de Fibra
    O papel pode ser fabricado com polpa de fibras de algodão, as quais são nobres e altamente duráveis por serem fibras longas, provenientes do fruto de árvores ou com fibras de madeira, que são fibras curtas provenientes do caule da árvore e que podem ser tratadas quimicamente para aumentar sua durabilidade.


Textura
    A textura define a característica física do papel e é perceptível ao toque. Existem diversas texturas no papel que dão maior impacto ao trabalho dependendo da técnica.

Goma ou Colagem 
    O tratamento de colagem do papel consiste em adicionar ao papel algum tipo de resina ou cera repelente a líquidos. Um papel sem colagem, por exemplo é um papel absorvente (papel toalha). 
    A colagem pode ser na massa, ou em superfície. Um papel colado na massa evita que a água seja absorvida rapidamente, característica fundamental para a vivacidade das obras de arte, pois um papel artístico colado na massa absorve lentamente, levando o tempo suficiente para que o pigmento que foi dissolvido em base aquosa seque na superfície do papel, mantendo a mesma cor do desenho do começo ao fim do trabalho.


A Gramatura
    Não menos importante é a gramatura do papel. Gramatura ou gramagem é a medida da grossura e densidade do papel, expressa em gramas por metro quadrado (g/m²). Quanto maior for a gramatura, mais “grosso” será o papel. A gramatura varia de 75, 90, 120, 180, 210, 240, 320, (g/m²) etc. 


pH
    O pH varia de 0 a 14, sendo pH=7: neutro. A maioria dos papéis são ácidos, o que acelera seu amarelecimento e decomposição. À medida que o ácido do ambiente interfere no papel, o pH do mesmo começa a cair para menos de 7, tornando-se ácido e acelerando seu amarelecimento. 
Para papéis artísticos, o pH neutro é fundamental para prolongar a durabilidade da obra de arte.


Co-relação Papéis Vs Técnica
Os mais comuns são:


Sulfite (75 g/m²) - São indicados para lápis comum HB ou 2B, rascunhos.

Sulfite (90 e 120 g/m²) - Iguais ao anterior, mas suportam lápis de grafite mais macios como 4B e 6B. 

Opaline ou Westerprint (90 a 120 g/m²) - Ótimo para lápis (grafite de todas as espessuras), canetas de base líquida e tintas de secagem rápida.

Canson (diversas cores e gramaturas) – Para pintura em geral. Suporta bem tintas com base de água, com secagem rápida a média. São indicados para aguadas, Ecoline, Aquarela, Acrílico, etc. Bom também para lápis de cor, pastel seco e crayon.

Papel manteiga – Indicado para arquitetura entre outros. É um papel semi-translúcido de superfície áspera que pode ser utilizado para copiar um desenho ou esboço e transpassá-lo a um papel melhor. Não utilize caneta nanquim neste papel, pois por ser áspero, gasta a ponta da caneta.

Papel vegetal - Também utilizado em arquitetura e cartografia. É um papel, também semi-translúcido, que serve para se fazer arte-final sobre o rascunho, com a caneta nanquim, por exemplo. É possível fazer o desenho em um papel qualquer e terminá-lo no papel vegetal, o que elimina a mesa de luz. 

Schoeller – Esta marca de papel alemã faz suas próprias especificações para as diferenças de cada tipo de papel que comercializa. A ser:
Hammer 1G / 1R (150g/m2)*
Hammer 3G / 3R (200g/m2)*
Hammer 4G / 4R (250g/m2)*
Hammer 6G / 6R (300g/m2)*
Hammer 4G Dick / 4R Dick (1.300g/m2)*
* G = papel liso e R = Áspero

Os papéis Schoeller são muito caros aqui no Brasil, mas são sem dúvida nenhuma os melhores existentes. Pessoalmente, aconselho a todos os desenhistas a utilizar o papel Schoeller em todos os trabalhos. São ideais para quase todas as técnica e materiais, incluindo aerografia e tinta acrílica.


Fontes:
http://www.emporiomichelangelo.com.br/schoeller.htm
http://www.canson.com.br/interno.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Papel

Para saber da História do Papel visitem:
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/historia-do-papel/historia-do-papel-2.php

5 comentários:

Anônimo disse...

papel chamex 90 gramas é bom pra usar com caneta nanquim descartavel?

Artefagia disse...

Se você quiser resultado aconselho um papel superior como papel schoeller.. mas o chamex vale, só que se passar a mão em cima logo começar a desenhar vai borrar...

Anônimo disse...

Olá meu caro, sabe onde encontrar o scholler 4r dick
Abçs.
Wagner

Artefagia disse...

Wagner, depende da cidade onde vc mora!
SP tem inúmeras lojas.. já Curitiba tem 2 que conheço. A Graffiti e a Le Papier.

Mr. disse...

Boa noite , meus estilo é expressionismo , gostaria de aprimorar , vc tem algum site pra indicar livros , já que curso é caro e são poucos que se prontificam em ajudar .

Também poderá gostar de: